Check-up Esportivo

Entenda a importância do Check-up Esportivo

Iniciar uma atividade física ou retomá-la depois de um período parado exige tanto do corpo quanto realizar exercícios periodicamente. Por isso, fazer um check-up esportivo para saber como anda a saúde é fundamental para voltar a ativa.

Seja um atleta profissional ou amador, o acompanhamento médico antes da realização de exercícios físicos é considerado essencial para a prática segura de esportes.

Ele garante que as prescrições realizadas respeitem a individualidade biológica, o histórico de vivências e práticas esportivas, além do condicionamento físico atual da pessoa. Ele se adequa ao tipo de atividade física e aos objetivos e condições de cada paciente, sendo uma forma de tirar o melhor proveito do treino e de conseguir maior tempo de prática esportiva.

Para que serve?

A avaliação deve ser feita para que a atividade física seja praticada da forma mais segura possível, seja para o sedentário, praticante de fim de semana ou atleta.

Independentemente do objetivo da busca por treinamento ou prática esportiva é preciso que se considerem as limitações e as potencialidades de cada pessoa, pois cada uma apresenta diferentes metabolismos.

Por isso, na avaliação é indispensável identificar os níveis de força, resistência, flexibilidade, potência, aptidão cardiorrespiratória e do comportamento fisiológico pré, durante e pós exercício.

Baseando-se na avaliação recebida e na análise dos limites do corpo e da sua saúde do indivíduo, é possível também indicar o exercício que mais se enquadra no perfil dele, a partir de informações sobre intensidade, periodicidade e tempo necessário para a prática da atividade física.

 Quem deve fazer?

Além de ser indicado para pessoas que não fazem atividade física há muito tempo ou que vão começar a praticar alguma modalidade pela primeira vez, o check-up esportivo é indispensável para pessoas com hipertensão arterial, colesterol alto, asma, doença pulmonar, diabetes, artrite, problemas no fígado e nos rins.

Estudos realizados pelo American College of Sports Medicine apontam também que a avaliação deve ser realizada por pessoas que acumulem duas das seguintes situações: homens com mais de 45 anos ou mulheres acima de 55 anos, que apresentem histórico de doenças cardiovasculares na família antes dos 55 anos, inatividade física por três meses ou mais, excesso de peso ou obesidade, níveis elevados de colesterol e hipertensão.

Como é o check-up esportivo?

Existem diversos tipos, que variam de acordo com a necessidade de cada pessoa. O mais simples deles é composto por exame de eletrocardiograma e consulta médica.

Geralmente, engloba uma consulta médica, solicitação de exames laboratoriais, exames cardiológicos em repouso e esforço e avaliação física.

Caso necessário, também podem ser solicitados outros testes e exames complementares no check-up esportivo, como por exemplo: teste ergoespirométrico, que mede o consumo de oxigênio, para avaliação de resposta pulmonar, respiratória e cardiovascular; e composição corporal, que traz percentuais de gordura, água e força muscular em cada parte do corpo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cardiologista esportivo em São Paulo.

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

© Desenvolvido com pelo iMedicina. Todos os direitos reservados.